SEM GRILHETAS NEM SENSURA

SEM GRILHETAS NEM SENSURA

NOTA:

NESTE BLOGUE, todos os títulos possuem hiperligação relacionada no YOUTUBE.

AOS AMANTES DO CONHECIMENTO E DA VERDADE OBJECTIVA

A TODOS AQUELES QUE GOSTAM DE VER E DE SABER PARA ALÉM DA SUBJECTIVIDADE E DA VERDADE OCULTA.

PESQUISAR NESTE BLOGUE

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA
O FILOSOFO DE PORTUGAL

quarta-feira, 5 de maio de 2010

AS PARCAS

Em Roma, as Parcas (Moiras gregas) eram três deusas: Nona (Cloto); Décima (Láquesis) e Morta (Átropos). Determinavam o curso da vida humana, decidindo questões como vida e a morte, de maneira que nem Júpiter (Zeus) podia contestar as suas decisões. Nona tecia o fio da vida; Décima cuidava da sua extensão e caminho; Morta cortava o fio. Eram também designadas por fates, daí o termo fatalidade. Interessante notar que em Roma se tinha a estrutura do calendário solar para os anos e lunar para os actuais meses. A gravidez humana é de nove luas, não de nove meses; portanto Nona tece o fio da vida no útero materno, até à nona lua; Décima representa o nascimento efectivo, o corte do cordão umbilical, o início da vida terrena, o individuo definido, a décima lua. Morta é a outra extremidade, o fim da vida terrena, que pode ocorrer a qualquer momento.

Sem comentários: