SEM GRILHETAS NEM SENSURA

SEM GRILHETAS NEM SENSURA

NOTA:

NESTE BLOGUE, todos os títulos possuem hiperligação relacionada no YOUTUBE.

AOS AMANTES DO CONHECIMENTO E DA VERDADE OBJECTIVA

A TODOS AQUELES QUE GOSTAM DE VER E DE SABER PARA ALÉM DA SUBJECTIVIDADE E DA VERDADE OCULTA.

PESQUISAR NESTE BLOGUE

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA
O FILOSOFO DE PORTUGAL

sábado, 3 de abril de 2010

A ARTE GÓTICA

O MOSTEIRO DA BATALHA

IDADE MÉDIA
Em 476, com a tomada de Roma pelos povos bárbaros, tem início o período histórico conhecido por Idade Média. Na Idade Média a arte tem as suas raízes na época conhecida como Paleocristã, trazendo modificações no comportamento humano, com o Cristianismo a arte voltou-se para a valorização do espírito. Os valores da religião cristã vão impregnar todos os aspectos da vida medieval. A concepção do mundo dominada pela figura de Deus proposto pelo cristianismo é chamada de teocentrismo (teo = Deus - Do gr. theós). Deus é o centro do universo e a medida de todas as coisas. A igreja como representante de Deus na Terra, tinha poderes ilimitados.

No século XII, entre os anos 1150 e 1500, tem início uma economia fundamentada no comércio. Isso faz com que o centro da vida social se desloque do campo para a cidade e apareça a burguesia urbana.

No começo do século XII, a arquitectura predominante ainda é a românica, mas já começaram a aparecer as primeiras mudanças que conduziram a uma revolução profunda na arte de projectar e construir grandes edifícios.

O Mosteiro da Batalha


sexta-feira, 2 de abril de 2010

ECCO HOMO - CARAVAGGIO

ECCO HOMO "Eis o homem" é a frase com a qual Pilatos apresenta Cristo aos judeus.

Michelangelo Merisi da Caravaggio, nasceu em Milão a 29 de Setembro de 1571 e faleceu em Porto Ercole, comuna de Monte Argentario a 18 de Julho de 1610 foi um pintor Italiano actuante em Roma, Nápoles, Malta e Sicília, entre 1593 e 1610. É normalmente identificado como um artista Barroco, estilo do qual ele é o primeiro grande representante. Caravaggio era o nome da aldeia natal da sua família, que ele adoptou como nome artístico.

O 25 DE ABRIL VISTO À LUPA DA VERDADE

Aproxima-se o 25 de Abril.

De novo a recordação da “Revolução dos Cravos”, decorridos 36 anos, que em si mesmo não foi uma revolução mas sim uma revolta militar que começou pelo protesto dos oficiais de carreira contra os oficiais milicianos que regressavam da guerra ultramarina e concorriam com os privilégios concedidos pelo então primeiro ministro Marcelo Caetano e pela incapacidade da Polícia Política (DGS) continuar a manter um regime político corroído na forma e no tempo.

A esquerda militar e o Partido Comunista Português, bem organizados, pertenderam aproveitar-se da situação e intentar com a aderência popular incipiente uma verdadeira revolução, impedidos, obviamente, em plena guerra fria, pela conjuntura política dos países Ocidentais da NATO, em 25 de Novembro de 1975, contra o expansionismo Soviético e o Pacto de Varsóvia.

VER 25 DE NOVEMBRO/75


quarta-feira, 31 de março de 2010

PIADA DE BRASILEIRO

BICHA FEIA

Quatro bichas brasileiras morreram num acidente de carro. Quando chegaram no céu, já começou o preconceito. São Pedro falou: - Vamos lá façam uma fila. Bicha 1, Bicha 2, Bicha 3 e Bicha 4. Depois de formada a fila, com as bichas na devida ordem, São Pedro começou a perguntar os pecados das bichas. - Bicha 1, qual e o seu pecado? -Eu coloquei a mão no pénis de um homem -Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada. Bicha 2, qual e o seu pecado? - Eu coloquei as duas mãos no pénis de um homem -Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada De repente, as outras duas bichas começaram a brigar: - Quem vai na frente sou eu, não, sou eu quem vou, não, quem vai sou eu e por ai vai. - São Pedro falou: Parem de brigar, o que esta havendo Bicha 4, por que você quer passar a frente. Aí a Bicha 4 responde: - Eu não vou gargarejar de jeito nenhum a água que ela vai lavar a bunda.

NOSTRADAMUS

Michel de Nostredame, mais conhecido sob o nome de Nostradamus, foi um dos maiores astrólogos e profetas da história da humanidade, nasceu em 14 de Dezembro de 1503 em Saint-Rémy-de-Provence; sofria de Epilepsia psíquica, assim como alguns problemas ósseos e pulmonares. Tão famoso como controverso e até mesmo contestado. O legado profético de Nostradamus não permite contudo que se possa ignorar o peso da sua obra nos círculos ocultistas e astrológicos, havendo desistido da carreira académica do curso de medicina, optou depois pela carreira de Farmacêutico e boticário, tendo sido razoavelmente bem sucedido nessa prática.

Nos tempos em que a peste negra atingiu a Europa, Nostradamus conseguiu bons resultados na luta contra a peste, em parte através da aplicação de práticas de higiene pública e técnicas de higiene pessoal.

As previsões de Nostradamus revelam eventos que viriam a suceder no futuro. Entre tais eventos, contam-se:

I - A previsão da morte do rei Henrique II com grande detalhe;

II - Previsão acertada da vida e existência de Napoleão, com detalhes físicos descritivos, séculos antes do seu nascimento;

III - A fundação dos Estados Unidos da América, 500 anos antes da sua ocorrência;

IV - A previsão da vida e existência de Hitler, com o detalhe de ter acertado no nome de uma figura histórica 5 séculos antes, com previsão acertada da 1ª e 2ª guerra mundiais;

V - o assassinato de Kennendy;

VI - a existência de armas nucleares, de submarinos e helicópteros ou mesmo aviões;

VII - A ocorrência de uma outra 3ª guerra mundial;

Acertou na data da sua própria morte, e deixou um legado profético tão famoso, como contestado e polémico. Nostradamus foi um dos maiores astrólogos e profetas da história da humanidade.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nostradamus

http://www.fimdomundo2012.com/profecias-2012/nostradamus-2012.htm


segunda-feira, 29 de março de 2010

A BATALHA DE ALJUBARROTA


A Batalha de Aljubarrota representa uma das raras grandes batalhas campais da Idade Média entre dois exércitos régios e um dos acontecimentos mais decisivos da história de Portugal. No campo militar significou a inovação de uma táctica, onde os homens de armas apeados foram capazes de vencer a poderosa cavalaria medieval. No campo diplomático, permitiu a aliança entre Portugal e a Inglaterra, que perdura até aos dias de hoje. No aspecto político, resolveu a disputa que dividia o Reino de Portugal do Reino de Castela e Leão, permitindo a afirmação de Portugal como Reino Independente. Tornou possível também que se iniciasse umas das épocas mais grandiosas da história de Portugal, a época dos Descobrimentos.


O Bullying


Bullying em Português Maus-tratos persistentes.

Entendamos a realidade “sem paninhos quentes” vista empiricamente por quem não tem especialização académica em psicologia, com lógica, mas sem radicalismos:

Os maus tratos persistentes, inglesmente falando “bullying”, nas escolas ou em qualquer outro lugar, profissional, etc., é perpetrado por pessoas sem escrúpulos, portuguesmente falando “cobardes”, ocultos, que se protegem pelo poder, pelo grupo ou pela desproporção de força para levarem a cabo esses actos, vis, intimidatórios, volta-se a frisar, por cobardes porque quando isolados, confrontados directamente com situações “perigosas”, fogem como as ratazanas do fogo.

O bullying é praticado por psicopatas, pessoas doentes, frustradas, incapazes, na sua vida pessoal e social, normalmente por fobias de infância, impotência sexual causada por traumas pessoais, familiares, por incapacidades profissionais e intelectuais que perante aqueles que fisicamente frágeis, tímidos, são muitas vezes muito mais capazes. Essas pessoas são afectivamente doentes e deviam ser tratadas em estabelecimentos próprios de internamento e quando necessário, em estabelecimentos prisionais adequados.

As escolas e o seu corpo docente, também vítimas dessa violência, não devem transferir essa responsabilidade exclusivamente para os pais, porque são eles, professores, os mais directos verificadores dos factos “in loco”.

A indisciplina ora estabelecida, por decisões incompetentes de quem não as devia ter tido, levou o “caos” a uma instituição - a escola - que para além de informativa devia ser formativa e essencialmente educativa e, rigorosamente disciplinar.

"A COBARDIA É A MÃE DA CRUELDADE".

(Michel de Montaigne)