SEM GRILHETAS NEM SENSURA

SEM GRILHETAS NEM SENSURA

NOTA:

NESTE BLOGUE, todos os títulos possuem hiperligação relacionada no YOUTUBE.

AOS AMANTES DO CONHECIMENTO E DA VERDADE OBJECTIVA

A TODOS AQUELES QUE GOSTAM DE VER E DE SABER PARA ALÉM DA SUBJECTIVIDADE E DA VERDADE OCULTA.

PESQUISAR NESTE BLOGUE

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA
O FILOSOFO DE PORTUGAL

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

DA MITOLOGIA GREGA - OS CENTAUROS


Na mitologia grega, os centauros (em grego Κένταυρος - Kentauros, "matador de touros", plural Κένταυρι - Kentauri; em latim Centaurus/Centauri) são uma raça de seres com o dorso e cabeça de humanos e o corpo de cavalo.

Viviam nas montanhas da Tessália e repartiam-se em duas famílias:
Os filhos do Titã Íxion e Nefele, que simbolizavam a força bruta, insensata e cega. Viviam originalmente nas montanhas da Tessália e alimentavam-se de carne crua. Alternativamente, consideravam-se filhos de Kentauros (o filho de Íxion e Nefele) e algumas éguas magnésias, (Magnésia em grego: Μαγνησία - Magnissía é uma prefeitura da Grécia, localizada na periferia da Tessália, cuja capital é a cidade de Vólos.)  ou filhos de Apolo e Hebe, deusa da juventude, filha legitima de Zeus e Hera. Conta-se que Íxion planeava manter relações sexuais com Hera, mas Zeus, seu marido, evitou-o modelando uma nuvem (nefele, em grego) com a forma de Hera e assim o iludiu.

Posto que Íxion é normalmente considerado o ancestral dos centauros, pode-se fazer referência a eles poeticamente como Ixiónidas.
Os filhos de Filira ou Philyra era uma ninfa oceânide, filha de Titã Oceanus e Tétis ou de Cronos, dentre os quais o mais célebre era Quíron, amigo de Héracles, representavam, ao contrário, a força aliada à bondade, ao serviço dos bons combates.

Os centauros são muito conhecidos pelas lutas que mantiveram com os Lápitas, provocadas pelo seu intento de raptar Hipodâmia filha do rei Enomau, no dia da sua boda com Pirítoo, rei dos Lápitas e também filho de Íxion.

A discussão entre estes primos é uma metáfora do conflito entre os baixos instintos e o comportamento civilizado da humanidade. Teseu que matou o Minotauro, um herói e fundador de cidades, que estava presente, inclinou a balança do lado da ordem correcta das coisas e ajudou Pirítoo. Os centauros foram expulsos da Tessália e vieram a habitar o Épiro. Mais tarde Héracles exterminou quase todos.
   
Cenas da batalha entre os Lápitas e os centauros foram esculpidas em baixo relevos no friso do Pártenon, que estava dedicado à deusa Atena:

É a Deusa da guerra, da civilização, da sabedoria, da estratégia, das artes, da justiça e da habilidade.
HERÁCLES extermina os Centauros

Sem comentários: