SEM GRILHETAS NEM SENSURA

SEM GRILHETAS NEM SENSURA

NOTA:

NESTE BLOGUE, todos os títulos possuem hiperligação relacionada no YOUTUBE.

AOS AMANTES DO CONHECIMENTO E DA VERDADE OBJECTIVA

A TODOS AQUELES QUE GOSTAM DE VER E DE SABER PARA ALÉM DA SUBJECTIVIDADE E DA VERDADE OCULTA.

PESQUISAR NESTE BLOGUE

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA
O FILOSOFO DE PORTUGAL

quinta-feira, 22 de abril de 2010

CALIPSO E ULISSES





Calipso na mitologia grega é uma ninfa do mar.

Segundo alguns autores seria filha de Oceano e de Tétis, vivia numa gruta, na encosta de uma montanha na ilha de Ogígia. A entrada da sua morada era cercada por um bosque sagrado, onde havia uma fonte, também sagrada. Para outros, seria filha de Atlas e Plêione, ou mesmo ainda de Hélios e Perse.

Sendo uma das deusas fiandeiras, era um poderosa feiticeira e trazia em si o poder da vida e da morte.

No texto da Odisseia, quando Ulisses (Odisseu) naufragou na costa ilha de Ogígia, a ninfa Calipso acolheu-o na sua morada e apaixonou-se por ele; ela passava os dias a tecer e a fiar, e neste tempo insistia em seduzi-lo, oferecendo-lhe a imortalidade se aceitasse ficar com ela para sempre.

Ulisses resistia, sem conseguir esquecer a sua pátria, a sua esposa Penélope e o seu filho.

Passados sete anos, Poseidon, Deus do mar acalmou a sua ira, por Ulisses ter cegado Ciclope. O todo-poderoso Zeus, compadecido, concedeu que Atena que mandasse Hermes à presença de Calipso com ordem para que ela libertasse Ulisses, o seu "hóspede".

Contra a sua vontade, Calipso sujeitou-se e forneceu a Ulisses todos os recursos para que ele construísse uma jangada, deu-lhe provisões e assegurou-lhe vento favorável para o caminho de regresso ao seu reino de Ítaca.

http://www.mundodosfilosofos.com.br/ulisses.htm

Sem comentários: