SEM GRILHETAS NEM SENSURA

SEM GRILHETAS NEM SENSURA

NOTA:

NESTE BLOGUE, todos os títulos possuem hiperligação relacionada no YOUTUBE.

AOS AMANTES DO CONHECIMENTO E DA VERDADE OBJECTIVA

A TODOS AQUELES QUE GOSTAM DE VER E DE SABER PARA ALÉM DA SUBJECTIVIDADE E DA VERDADE OCULTA.

PESQUISAR NESTE BLOGUE

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA

PORTAL DE AGOSTINHO DA SILVA
O FILOSOFO DE PORTUGAL

quarta-feira, 24 de março de 2010

OS IMORTAIS NO SÉCULO XXI

Não fui ver o filme Invictos e já saiu de cena, mas um dia, que pode ser breve, hei-de comprar o seu DVD, se tiver tempo.

Sem dúvida, Nelson Mandela merece a honra por ter sido um homem que no século XX, pela sua persistência, abnegação, grandeza, resistência, desprendimento, imaterialismo e sobretudo, pela libertação do próprio homem. Nelson Mandela deixou ao mundo uma mensagem e ainda está entre nós; ELE é ainda um homem do século XXI, mas… existiram outras pessoas no século XX, que merecem a nossa veneração; que eu, como simples mortal, tenho a honra de ter vivido no seu tempo, termos sido com eles contemporâneos e merecerem inequivocamente a nossa homenagem.

Recordemo-los pelos nomes de baptismo:

Karol Józef Wojtyła, nascido em Wadowice, Polónia a 18 de Maio de 1920;

Agnes Gonxha Bojaxhiu, nascida em Skopje, Macedónia, a 26 de Agosto de 1910;

Mohandas Karamchand Gandhi, nascido a 2 de Outubro de 1869 em Porbandar, Guzerate (Índia Britânica).

Agora os nomes pelos quais toda a gente os conhecia:

João Paulo II, falacido no Vaticano, a 2 de Abril de 2005;

Madre Teresa de Calcutá, falecida em Calcutá, a 5 de Setembro de 1997;

e Mahatma Gandhi, falecido em Nova Déli, a 30 de Janeiro de 1948.

Também estes merecem o epíteto de INVICTOS, os não vencidos pelo mundo da gente, que deixaram no tempo um testamento de humanidade, de liberdade e ficarão para sempre imortais.

Possivelmente existirão muitos outros incógnitos que, no passado século, pelo mundo viveram e mereceram... mereceriam ser recordados, venerados por toda a gente, como aqueles, para sempre “imortais” mas essas pessoas foram gente comum, como todos nós, não ascenderão ao Olimpo da eternidade.


Sem comentários: